Pular para o conteúdo principal

Sistema de produção de algodão orgânico implantado no Cariri deve ser adotado pelo RN


O sistema de produção de algodão orgânico branco e colorido de base familiar adotado pela Paraíba, deve ser adotado pelo Estado do Rio Grande do Norte.

Os primeiros contatos para conhecer a metodologia de cultivo e o sistema de comercialização aconteceram, nesta semana, durante reunião e visita aos produtores rurais por integrantes da Emater-RN.

A ação foi acompanhada por técnicos da Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer), vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca.

A Emater-RN é mais um órgão de assistência a agricultores familiares que busca parceria com a Empaer no campo de produção de algodão orgânico, a exemplo do que já ocorre com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) que levou a metodologia desenvolvida na Paraíba para implantar em países latino-americanos.

Recebidos pelo diretor de assistência técnica de extensão rural, Jefferson Morais, e pelo gerente de planejamento e operações, Cristiano Campello, o diretor geral da Emater-RN, César José de Oliveira, ouviu explicações sobre os trabalhos realizados junto aos produtores e, depois, visitou duas comunidades rurais onde ocorre o cultivo algodão com resultados satisfatórios.

Também participaram da reunião, os extensionistas, Ricardo Pereira e Eliézia Paulino.

“A Paraíba é referência na produção de algodão orgânico, por isso viemos conhecer de perto como o trabalho é realizado para, gradativamente, implantar utilizando o modelo da Paraíba que já deu certo”, comentou o diretor da Emater do Rio Grande do Norte. Ele ficou bastante entusiasmado com a metodologia de trabalho junto aos produtores, destacando a produção consorciada com outras culturas, com isso, agregando valor e garantindo mais renda. “A experiência servirá de referência para o nosso Estado, e vimos aspectos bastante positivos que são relevantes para o sucesso”, conclui.

Quadro atual
A produção do algodão orgânico branco e colorido, na atual safra, deve chegar a 308 toneladas de algodão em rama. São 437 agricultores participantes do programa espalhados em 63 municípios, com uma área de 595,7 hectares cultivados.

Todos têm o acompanhamento técnico dos extensionistas das regiões administrativas de Itabaiana, Guarabira, Campina Grande, Solânea, Areia, Serra Branca, Picuí, Patos, Itaporanga, Princesa Isabel, Pombal, Catolé do Rocha, Sousa e Cajazeiras.

Em maior destaque, o algodão orgânico branco variedade BRS 286 é cultivado em cerca de 350 hectares, com o manejo feito em consórcio com as culturas do milho, do feijão, do gergelim, de hortaliças, de frutíferas e de plantas nativas.

Em caso de ocorrências, após avaliações técnicas, são utilizados adubos naturais, como o extrato de algumas plantas e biofertilizantes.

Estão integrados neste Projeto Algodão Orgânico Paraíba os parceiros, Instituto Casaca de Couro, Embrapa Algodão, indústria Têxtil Norfil S/A, Coopnatural, Banco do Nordeste, Banco do Brasil, Sebrae, o Insa e Secretaria de Ciência e Tecnologia/Fapesq.


Blog do Guedes

Com Cariri da Gente

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VÍDEO: Jovem natural de Junco do Seridó e esposa morrem afogados em praia do Rio de Janeiro

Na tarde desta terça-feira(1), o jovem Damião Silva de Medeiros, 36 anos, natural do Distrito de Bom Jesus, município de Junco Do Seridó, juntamente com sua esposa a jovem Paola Silva, 25 anos, morreram de forma trágica. O casal caiu no mar após tentar salvar os cães que haviam caídos na água. Damião Medeiros, é filho de Dona Marluce e do senhor Janduí (Janda), moradores do Distrito de Bom Jesus, município de Junco, o jovem morava no Rio de Janeiro havia um bom tempo. Blog do Guedes Com G1

EXCLUSIVO: Jovem assunçãoense envolvido em acidente de moto não resiste e vem a óbito

O jovem Ginaldo Júnior Silva Alves, 19 anos, não resistiu aos ferimentos após sofrer um acidente de moto na madrugada desta segunda-feira(3), nas proximidades de Tito Churrascaria, em Assunção, afirmou a mãe do jovem. O mesmo ainda foi socorrido para o Hospital de Taperoá mas não resistiu, Júnior como era conhecido, deixa esposa e um filho de apenas 1 ano e três meses de idade. Segundo informações de populares o jovem perdeu o controle da motocicleta vindo a colidir contra uma árvore. Vídeo do local do acidente . Blog do Guedes

EXCLUSIVO: Corpo de homem é encontrado boiando no Açude do Distrito da Barra de Juazeirinho

O corpo do jovem Edivânio dos Santos, 32 anos, foi encontrado boiando nas águas do Açude da Barra, na manhã desta terça-feira (23). De acordo com informações de populares, Edivânio é pescador e morador do sítio Escurinha, zona rural de Juazeirinho. Van, como era popularmente conhecido teria saído ontem(22) por volta das 10h para pescar e não retornou mais para sua residência. Os familiares sentiram sua falta, foram ao açude saber o que havia ocorrido, chegando ao local encontraram sua moto e alguns pertences as margens do reservatório. Os Bombeiros foram acionados, iniciaram as buscas, mas devido a escuridão os profissionais suspenderem á ação e retornaram pela manhã desta terça-feira, quando o corpo finalmente foi encontrado. O jovem era casado e deixa um filho de nove anos. Blog do Guedes