Ricardo e Lígia são acionados e MPE pede cassação dos dois mandatos

O governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) está sendo acionado pelo Ministério Público Eleitoral na tarde desta quarta-feira (17), por suposto abuso de poder político e econômico nas eleições, o que pode resultar na cassação do mandato do gestor do Estado. 
 
A Ação de Investigação Judicial Eleitoral é assinada pelo procurador geral eleitoral Rodolfo Alves, pedindo que além do governador, a vice Lígia Feliciano (PDT) também seja cassada.
 
Conforme o documento, são apontadas irregularidades durante a campanha e o processo envolve os secretários de Educação, Márcia Lucena; de Saúde, Waldson de Souza; Renato Feliciano, filho de Lígia e secretário do Turismo; e Antônio Eduardo Balbino de Moraes Filho, sub-Secretário Executivo do programa Empreender na Paraíba.
 
O Portal Correio tentou entrar em contato com o secretário executivo de Comunicação do Estado, Célio Alves, que também atuou na campanha de Ricardo Coutinho, mas ele não atendeu aos telefonemas.
 
Durante a diplomação dos eleitos, na tarde desta quarta (17), em João Pessoa, Ricardo não quis comentar nada sobre o assunto.



de olho no cariri

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Homem é executado com vários tiros em Assunção

Jovem assunçãoense morre vítima de acidente de moto na PB-238 entre Assunção e Taperoá

Insegurança: Mulher é atingida por tiro no rosto em tentativa de homicídio em Assunção