Diário Oficial do Estado publica 166 leis aprovadas pela ALPB



Em um dos anos menos produtivos para o Poder Legislativo, os deputados estaduais conseguiram criar na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) 166 projetos que se efetivaram e tornaram leis hoje em vigor no Estado sancionadas pelo governador ou promulgadas pelo presidente da Assembleia. Entre as matérias, está a 10.322 de autoria de João Henrique (Democratas), que reserva a cota de 5% dos cursos técnicos e profissionalizantes da rede estadual para adolescentes egressos de abrigos e casas lares e a 10.324, de Vituriano de Abreu (PSC), que proíbe a cobrança da taxa de religação de energia elétrica suspensa por falta de pagamento.
Também se tornou lei, a matéria de 10.321, de autoria do deputado Caio Roberto (PR) que determina a convocação de todos os candidatos aprovados em concurso público dentro do prazo de validade do certame, impedindo a realização de novos concursos até a convocação de todos os aprovados; e a 10.297, de Ivaldo Moraes (PMDB), que torna obrigatória a instalação de placas em Braille contendo a relação das linhas de ônibus e seus itinerários nos terminais rodoviários urbanos e interurbanos do Estado.
Os trabalhos da atual legislatura se encerraram, quando os parlamentares limparam a pauta de votações, deixando pendente apenas a Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício financeiro de 2015, o que impede os deputados de entrarem em recesso. Mas mesmo com a pauta limpa, aguardando apenas o retorno da tramitação da peça orçamentária, a produção legislativa deste ano é a pior dos últimos dez anos, superando até mesmo o ano de 2005, que teve apenas 204 leis sancionadas.

Na última terça-feira, o Diário Oficial do Estado da Paraíba (DOE) publicou a promulgação de mais leis aprovadas durante a última sessão ordinária da Assembleia Legislativa (ALPB). Entre as leis aprovadas, está a 10.340 de autoria do Governo do Estado, que institui o transporte público complementas de passageiros, de autoria de Vituriano de Abreu (PSC), que dispõe sobre o parcelamento do pagamento referente ao IPVA; e a de autoria da Defensoria Pública, que fixa o subsídio do Defensor Público do Estado, entre outras. Todas as matérias foram promulgadas pelo presidente da ALPB em exercício, deputado Trócolli Júnior (PMDB).

portal correio

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Homem é executado com vários tiros em Assunção

Jovem assunçãoense morre vítima de acidente de moto na PB-238 entre Assunção e Taperoá

Insegurança: Mulher é atingida por tiro no rosto em tentativa de homicídio em Assunção