Pular para o conteúdo principal

Meu Auxílio Brasil foi cancelado; o que faço para voltar a receber?

Leitor não atualizou o Cadastro Único dentro do prazo; Ministério da Cidadania explica o que fazer

Resposta: Segundo o Ministério da Cidadania o beneficiário do Auxílio Brasil deve manter o Cadastro Único atualizado a cada dois anos. Caso isso não aconteça, ou haja alguma informação diferente sobre a renda da família, o auxílio pode ser cancelado.

Para que volte a receber o benefício, a atualização cadastral deve ser feita no prazo de até 180 dias após o cancelamento.

Como atualizar o cadastro?

Procure um CRAS ou o setor responsável pelo Cadastro Único e Auxílio Brasil da sua cidade para cadastrar novamente sua família.

Leve, de preferência, seu CPF ou o Título de Eleitor e pelo menos um documento de cada pessoa da sua família, podendo ser os seguintes:

• CPF, de preferência ou:
• Certidão de Nascimento
• Certidão de Casamento
• Carteira de Identidade (RG)
• Carteira de Trabalho
• Título de Eleitor
• Se a pessoa for indígena, o Registro de Nascimento Indígena (RANI) – se a pessoa só tiver esse documento
• Se a família tiver algum idoso ou pessoa com deficiência beneficiária do BPC/LOAS, é preciso apresentar o CPF de todas as pessoas da família

O que acontece depois da atualização?

Depois da atualização do cadastro, as informações serão avaliadas pelo sistema.

A família poderá a voltar a receber o benefício se, após essa avaliação, continuar no perfil para permanecer no Auxílio Brasil. Pode ser que o benefício mude de valor, dependendo das mudanças que aconteceram na renda e nas pessoas que fazem parte da família.

Caso já tenha ultrapassado os 180 dias da data do cancelamento do benefício, a família deverá passar novamente pelo processo de habilitação, seleção e concessão de benefícios do programa.


Blog do Guedes

Com Blog do Vavá da Luz

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VÍDEO: Jovem natural de Junco do Seridó e esposa morrem afogados em praia do Rio de Janeiro

Na tarde desta terça-feira(1), o jovem Damião Silva de Medeiros, 36 anos, natural do Distrito de Bom Jesus, município de Junco Do Seridó, juntamente com sua esposa a jovem Paola Silva, 25 anos, morreram de forma trágica. O casal caiu no mar após tentar salvar os cães que haviam caídos na água. Damião Medeiros, é filho de Dona Marluce e do senhor Janduí (Janda), moradores do Distrito de Bom Jesus, município de Junco, o jovem morava no Rio de Janeiro havia um bom tempo. Blog do Guedes Com G1

EXCLUSIVO: Jovem assunçãoense envolvido em acidente de moto não resiste e vem a óbito

O jovem Ginaldo Júnior Silva Alves, 19 anos, não resistiu aos ferimentos após sofrer um acidente de moto na madrugada desta segunda-feira(3), nas proximidades de Tito Churrascaria, em Assunção, afirmou a mãe do jovem. O mesmo ainda foi socorrido para o Hospital de Taperoá mas não resistiu, Júnior como era conhecido, deixa esposa e um filho de apenas 1 ano e três meses de idade. Segundo informações de populares o jovem perdeu o controle da motocicleta vindo a colidir contra uma árvore. Vídeo do local do acidente . Blog do Guedes

Assunção lamenta morte do jovem Alan de 'Têca de Joquinha'

Faleceu na manhã desta segunda-feira(28) o trabalhador assunçãoense, Alan Possidônio da Silva, 37 anos, após sofrer um choque elétrico, o fato ocorreu no sítio Bonfim, zona rural de Salgadinho. Alan de Têca como era conhecido, possui uma propriedade rural naquela localidade. A vítima era filho do Sr. Joquinha (In memoriam), um dos maiores comerciantes da região. Alan era casado e deixa, além da viúva, um casal de filhos. O sepultamento está previsto para às 16h desta terça-feira(01) no Cemitério Jardim da Saudade, em Assunção. O Blog do Guedes presta solidariedade a toda à família, e que ele descanse em paz. Blog do Guedes Imagens: PC