Confira: Justiça condena Bolsonaro por insinuar que jornalista troca sexo anal por informação

Por quatro votos a um, o Tribunal de Justiça de São Paulo condenou, nesta quarta-feira (29), o presidente da República Jair Bolsonaro (PL), a indenizar em R$ 35 mil a jornalista Patrícia Campos Mello, da Folha de São Paulo.

Bolsonaro insinuou que a profissional troca informações por sexo anal. Corte decidiu que presidente não pode ofender jornalistas no exercício da profissão.


Blog do Guedes

Com Maurílio Júnior

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Assunção e Taperoá enlutadas! Acidente automobilístico deixa duas vítimas fatais na BR-230 próximo a Juazeirinho; fotos

Homem é executado com vários tiros em Assunção

Jovem assunçãoense morre vítima de acidente de moto na PB-238 entre Assunção e Taperoá