Pular para o conteúdo principal

As facas do ódio nas mãos de doidos e de ‘normais’



Adélio Bispo, o radical que tentou matar o então candidato Jair Bolsonaro, é um doente mental, por toda a investigação e relatórios policiais conclusos até aqui.

O homem que invadiu a sede da TV Globo e fez uma repórter refém, também.

Com ambos, dois pontos em comum: a intolerância e uma faca nas mãos.

Nesse último caso, o ato é tão preocupante quanto o de setembro de 2018, quando alguém encorajou-se a decidir uma eleição por um atentado à vida.

A invasão da TV Globo é o reflexo de um momento preocupante de banalização da incitação à violência contra a imprensa. Felizmente, a tragédia com sangue não se repetiu.

Esse ódio – fruto da radicalização política e de teorias da conspiração – começa a ganhar o campo do imprevisível.

Ele é o ovo de serpente chocado em profusão nas redes sociais e nas ruas. Gente de “bem” estimulando o mal, aprovando e aplaudindo casos de agressões físicas e morais a profissionais de comunicação.

Simplesmente porque se sentem ofendidos pela divulgação de fatos ou de opiniões contrárias à sua ideologia, crença – ou fé.

Como se qualquer violência já não fosse crime inaceitável, naturaliza-se e avaliza-se aquela praticada contra uma determinada categoria.

O ódio e insanidade mental que quase vitimou de morte Bolsonaro não morreu naquele fatídico dia em Juiz de Fora. Ele – envenenado por outras vozes – continua vivo.

Vivo e na cabeça de outros loucos.

O pior? Há muitos “normais” soltos por aí e que, sem nenhum pudor, se sentem representados por essas barbaridades. E até fazem questão de – à luz do dia – postar em forma de vômito.

Uma patologia ambulante que se expressa na maldade e na covardia de doidos com atestado.



Blog do Heron Cid

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VÍDEO: Jovem natural de Junco do Seridó e esposa morrem afogados em praia do Rio de Janeiro

Na tarde desta terça-feira(1), o jovem Damião Silva de Medeiros, 36 anos, natural do Distrito de Bom Jesus, município de Junco Do Seridó, juntamente com sua esposa a jovem Paola Silva, 25 anos, morreram de forma trágica. O casal caiu no mar após tentar salvar os cães que haviam caídos na água. Damião Medeiros, é filho de Dona Marluce e do senhor Janduí (Janda), moradores do Distrito de Bom Jesus, município de Junco, o jovem morava no Rio de Janeiro havia um bom tempo. Blog do Guedes Com G1

EXCLUSIVO: Jovem assunçãoense envolvido em acidente de moto não resiste e vem a óbito

O jovem Ginaldo Júnior Silva Alves, 19 anos, não resistiu aos ferimentos após sofrer um acidente de moto na madrugada desta segunda-feira(3), nas proximidades de Tito Churrascaria, em Assunção, afirmou a mãe do jovem. O mesmo ainda foi socorrido para o Hospital de Taperoá mas não resistiu, Júnior como era conhecido, deixa esposa e um filho de apenas 1 ano e três meses de idade. Segundo informações de populares o jovem perdeu o controle da motocicleta vindo a colidir contra uma árvore. Vídeo do local do acidente . Blog do Guedes

Assunção lamenta morte do jovem Alan de 'Têca de Joquinha'

Faleceu na manhã desta segunda-feira(28) o trabalhador assunçãoense, Alan Possidônio da Silva, 37 anos, após sofrer um choque elétrico, o fato ocorreu no sítio Bonfim, zona rural de Salgadinho. Alan de Têca como era conhecido, possui uma propriedade rural naquela localidade. A vítima era filho do Sr. Joquinha (In memoriam), um dos maiores comerciantes da região. Alan era casado e deixa, além da viúva, um casal de filhos. O sepultamento está previsto para às 16h desta terça-feira(01) no Cemitério Jardim da Saudade, em Assunção. O Blog do Guedes presta solidariedade a toda à família, e que ele descanse em paz. Blog do Guedes Imagens: PC