Léo Moura se reúne com empresário e indica saída do Fla: "Direcionar futuro"

A novela da renovação ou não de Léo Moura com o Flamengo está perto do último capítulo. E talvez com final não muito feliz para o lateral-direito, que completou nove anos no clube e está no top 10 dos jogadores que mais vestiram a camisa rubro-negra, com 511 partidas. Porém, o ciclo do atleta de 36 anos na Gávea pode ter terminado. Na tarde desta quinta-feira, ele se reuniu com o empresário Eduardo Uram para definir seu futuro e escreveu numa rede social em tom de despedida.
- Ao longo de todos esses anos essa pessoa fantástica e competente sempre direcionou minha carreira de forma brilhante, hoje estamos aqui mais uma vez juntos para direcionar o meu futuro... E certo que Deus também esta no controle. Certas coisas na vida nem sempre acontecem da forma que planejamos, mas estamos sempre preparados para ultrapassar qualquer barreira - escreveu Léo na legenda da foto com Uram no Instagram.
Desde 2012, Léo Moura vem sendo tema de novelas sobre renovações de contratos de no máximo um ano de duração. Até agora os capítulos finais foram felizes para o lateral, que nunca escondeu o desejo de encerrar a carreira no clube. Nesta temporada, o prolongamento do vínculo parecia estar encaminhado, e o jogador chegou a dizer após a partida com o Coritiba, no dia 16 de novembro, que só faltava assinar. Porém, a negociação emperrou, e seu empresário demonstrou preocupação, alegando que ainda não havia recebido o documento.
Internamente, o caso de Léo Moura vem sendo discutido constantemente. Há a preocupação com o rendimento do atleta. Antes do fim da temporada, o preparador físico do Fla, Antonio Mello, admitiu o peso da idade avançada do lateral, mas respaldou uma possível renovação alegando que há maneiras de se driblar o desgaste e que o jogador ainda responde fisicamente. Em 2014, ele alcançou mais uma vez a marca de 50 jogos em uma temporada - foi a oitava vez em 10 anos que conseguiu o feito vestindo a camisa rubro-negra.
Mas o prestígio do lateral com a torcida já não era mais o mesmo. Em enquete realizada peloGloboesporte.com, a maioria respondeu que a diretoria não deveria renovar o seu vínculo.
Foram 3.511 respostas em três dias de votação. Destes, 79,61% (2.795) marcaram que não, e 20,39% (716), que sim.
À pedido do técnico Vanderlei Luxemburgo, Pará chegará ao Flamengo para a assumir a posição no próximo ano. O presidente do Grêmio, Fábio Koff, indicou que o lateral-direito será incluído em negociação para sanar débito por compra de Rodrigo Mendes, em 2000.

WSCOM

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Homem é executado com vários tiros em Assunção

Jovem assunçãoense morre vítima de acidente de moto na PB-238 entre Assunção e Taperoá

Insegurança: Mulher é atingida por tiro no rosto em tentativa de homicídio em Assunção