Pular para o conteúdo principal

Gigante Ninão não consegue mais andar e possível solução seria um tratamento em JP

Com 2 metros e 37 centímetros de altura e 193 quilos o homem mais alto do Brasil, o paraibano de Assunção, ‘Ninão’ está com um problema no osso de um dos pés e agora anda apoiado em uma muleta ou em uma cadeira de rodas adaptados.
O problema de saúde foi descoberto no ano passado e deixou o gigante, internado por três meses no Hospital Universitário de Campina Grande, Alcides Carneiro.
A infecção no osso é de difícil tratamento e os médicos disseram que a única solução seria a amputação, já que os remédios não estavam surtindo efeito.
Como não quis o procedimento, Ninão recebeu alta e, as limitações corriqueiras na vida dele devido ao gigantismo, pioraram, pois o homem de 33 anos agora depende exclusivamente dos cuidados da esposa.
Graças a ajuda de empresários, amigos e familiares a casa foi adaptada, assim como as muletas, cadeira de rodas, carro, bota ortopédica, no sentido de garantir algum conforto ao gigante, já que, segundo ele, a aposentadoria só dá para o essencial.
A esperança de Ninão é um tratamento realizado em João Pessoa, o problema é que este é muito caro.
– Existe tratamento em João Pessoa que surte bons efeitos em quem tem infecção no osso. Se conseguir fazer eu tenho esperança que vou ficar curado e voltar a andar – disse.
Paraíba online/TV PB 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VÍDEO: Jovem natural de Junco do Seridó e esposa morrem afogados em praia do Rio de Janeiro

Na tarde desta terça-feira(1), o jovem Damião Silva de Medeiros, 36 anos, natural do Distrito de Bom Jesus, município de Junco Do Seridó, juntamente com sua esposa a jovem Paola Silva, 25 anos, morreram de forma trágica. O casal caiu no mar após tentar salvar os cães que haviam caídos na água. Damião Medeiros, é filho de Dona Marluce e do senhor Janduí (Janda), moradores do Distrito de Bom Jesus, município de Junco, o jovem morava no Rio de Janeiro havia um bom tempo. Blog do Guedes Com G1

EXCLUSIVO: Jovem assunçãoense envolvido em acidente de moto não resiste e vem a óbito

O jovem Ginaldo Júnior Silva Alves, 19 anos, não resistiu aos ferimentos após sofrer um acidente de moto na madrugada desta segunda-feira(3), nas proximidades de Tito Churrascaria, em Assunção, afirmou a mãe do jovem. O mesmo ainda foi socorrido para o Hospital de Taperoá mas não resistiu, Júnior como era conhecido, deixa esposa e um filho de apenas 1 ano e três meses de idade. Segundo informações de populares o jovem perdeu o controle da motocicleta vindo a colidir contra uma árvore. Vídeo do local do acidente . Blog do Guedes

Assunção lamenta morte do jovem Alan de 'Têca de Joquinha'

Faleceu na manhã desta segunda-feira(28) o trabalhador assunçãoense, Alan Possidônio da Silva, 37 anos, após sofrer um choque elétrico, o fato ocorreu no sítio Bonfim, zona rural de Salgadinho. Alan de Têca como era conhecido, possui uma propriedade rural naquela localidade. A vítima era filho do Sr. Joquinha (In memoriam), um dos maiores comerciantes da região. Alan era casado e deixa, além da viúva, um casal de filhos. O sepultamento está previsto para às 16h desta terça-feira(01) no Cemitério Jardim da Saudade, em Assunção. O Blog do Guedes presta solidariedade a toda à família, e que ele descanse em paz. Blog do Guedes Imagens: PC